Famílias fogem de Fallujah enquanto exército iraquiano avança

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Famílias fogem de Fallujah enquanto exército iraquiano avança

<p>No Iraque, centenas de famílias fugiram da cidade de Fallujah para escapar à violência. Foram temporariamente instaladas nos subúrbios agora reconquistados, mas milhares estão ainda dentro da cidade.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="fr"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/Fallujah?src=hash">#Fallujah</a> siege: 'Families are surviving on dried dates and river water' <a href="https://t.co/oxlyKEocmX">https://t.co/oxlyKEocmX</a> via <a href="https://twitter.com/GuardianUS"><code>GuardianUS</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Iraq?src=hash">#Iraq</a></p>&mdash; Zainab Salbi (</code>ZainabSalbi) <a href="https://twitter.com/ZainabSalbi/status/735880774327644161">26 mai 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O esforço das tropas iraquianas para recuperar Fallujah, a cidade a 65 quilómetros de Bagdade que está sob o domínio do auto-proclamado estado islâmico há dois anos, continua.</p> <p>O primeiro ministro iraquiano, Haider al-Abadi, visitou um hospital militar móvel nos arredores de Fallujah, onde tropas e população ferida recebem assistência. </p> <p>Fonte hospitalar fala em seis civis mortos e 11 feridos, aumentando assim o número de mortos, entre civis e militantes, para mais de 3 dezenas.</p> <p>A ofensiva de larga escala, lançada pelo exército iraquiano, unidades de contra-terrorismo, militantes locais e uma coligação de milícias xíitas muçulmanas, começou há quatro dias e conta com o o apoio de especialistas americanos.</p>