This content is not available in your region

Argentina condena responsáveis pelo Plano Condor

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Argentina condena responsáveis pelo Plano Condor

<p>A Argentina é o primeiro país a condenar alguns dos responsáveis pelo Plano Condor. O último ditador argentino, Reynaldo Bignone, foi condenado a 20 anos de prisão por associação ilícita e privação ilegítima de liberdade. Outros 14 dos 17 acusados foram também condenados a penas entre os 8 e os 25 anos de prisão, num julgamento extenso e histórico.</p> <p>“Há 22 chilenos, 22 famílias espalhadas pelo mundo, à espera desta sentença. Agora, esperamos que isto seja o princípio da verdade, que os nossos países possam unir-se em torno de um sentido de justiça que foi alcançado aqui na Argentina”, desejou Laura Elgueta Diaz, irmã de uma das vítimas do Plano Condor.</p> <p>As 105 vítimas eram de nacionalidade chilena, uruguaia, paraguaia, boliviana e argentina. O Plano Condor foi um pacto entre seis ditaduras latino-americanas para trocar informação, mas sobretudo sequestrar e assassinar dissidentes políticos que lutavam para derrubá-las.</p>