Última hora

Em leitura:

Papa Francisco: Os migrantes não são perigosos, mas estão em perigo

mundo

Papa Francisco: Os migrantes não são perigosos, mas estão em perigo

Publicidade

O Papa Francisco recebeu mais de 4 centenas de crianças de diferentes países e várias religiões na Cidade do Vaticano, este sábado.

Entre elas, havia migrantes a viver agora em vários pontos de Itália depois de terem sido resgatadas ao mar Mediterrâneo.
“Trazidos pelas ondas”, foi o tema da reunião que sublinhou o encontro entre crianças italianas e aquelas que chegam à Europa através do Mediterrâneo.

O Papa mostrou-lhes um colete salva vidas que lhe fora dado por um voluntário de operações de salvamento e repetiu-lhes as palavras dele:”‘Padre, não consegui, estava uma menina no meio das ondas, mas não consegui salvá-la, só ficou o colete salva-vidas’. Este é o colete salva-vidas dessa menina.”

O Sumo Pontífice disse às crianças que “os migrantes não são perigosos”, mas estão em perigo e expressou consternação por vários países europeus se terem recusado a recebê-los.

Segundo a porta-voz da organização “Salvem as Crianças” na Sicília, o número de crianças a fazer a travessia do Mediterrâneo sozinhas é muito mais elevado do que no ano passado, por terem perdido os pais no país de origem ou durante a viagem até à Europa. Também a idade das crianças que chegam, segundo a organização, é cada vez mais baixa.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte