Última hora

Em leitura:

Ex-Presidente do Chade Hissène Habré condenado no Senegal por crimes contra a humanidade

mundo

Ex-Presidente do Chade Hissène Habré condenado no Senegal por crimes contra a humanidade

Publicidade

O ex-presidente do Chade Hissène Habré foi esta segunda-feira condenado, no Senegal, a prisão perpétua.

A condenação do Tribunal Especial Africano, criado em 2013 pela União Africana, teve por base vários crimes contra a humanidade, cometidos entre 1982 e 1990, incluindo tortura e assassinato de vários opositores políticos.

O tribunal foi “convencido” pelo testemunho de Khadija Hassan Zidane, que, durante o processo, afirmou ter sido vítima de violação cometida por Hissène Habré.

A decisão do tribunal sediado no Senegal põe termo a uma batalha de 16 anos, liderada por vitimas e ativistas pelos direitos do homem, para levar à justiça Hisséne Habré.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte