This content is not available in your region

Panasonic abandona produção de ecrãs LCD

Access to the comments Comentários
De  Patricia Cardoso  com Reuters, EFE
Panasonic abandona produção de ecrãs LCD

<p>A japonesa Panasonic abandona a produção de ecrãs <span class="caps">LCD</span> para televisões. Segundo o jornal económico Nikkei, a produção vai parar em setembro. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Exclusive: Panasonic to pull plug on <span class="caps">LCD</span> TV panels <a href="https://t.co/OYbb5SPBHk">https://t.co/OYbb5SPBHk</a> <a href="https://t.co/bxX3YHH9LA">pic.twitter.com/bxX3YHH9LA</a></p>— Nikkei Asian Review (@NAR) <a href="https://twitter.com/NAR/status/737327883975200768">30 de maio de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A fábrica de Hyogo, no oeste do Japão, funciona desde 2010. Produz cerca de 810 mil ecrãs de 32 polegadas por mês, mas não é rentável devido à concorrência chinesa e sul-coreana. </p> <p>Os ecrãs da rival LG já equipam alguns aparelhos da Panasonic.</p> <p>A Panasonic quer centrar-se em setores com forte margem de rentabilidade. Na fábrica de Hyogo pretende produzir peças para dispositivos médicos, monitores de automóveis e outros componentes.</p>