This content is not available in your region

Zona euro está em deflação e não consegue baixar desemprego

Access to the comments Comentários
De  Patricia Cardoso  com REUTERS, LUSA, REUTERS, EUROSTAT
Zona euro está em deflação e não consegue baixar desemprego

<p>A zona euro manteve-se em deflação no mês de maio. Segundo o gabinete europeu de estatística (Eurostat), a taxa de inflação homóloga situou-se nos -0,1%, contra -0,2% em abril. </p> <p>A energia continua a arrastar os preços para terreno negativo, mas a descida foi menor do que no mês precedente. A maior subida dos preços registou-se no setor dos serviços. Esta foi de 1,0%, face aos 0,9% de abril. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">EA May 2016 inflation: Services +1.0%, Food +0.8%, Other goods +0.5%, Energy -8.1% <a href="https://twitter.com/hashtag/Eurostat?src=hash">#Eurostat</a> <a href="https://t.co/7F3txNmZzX">https://t.co/7F3txNmZzX</a> <a href="https://t.co/jgzN9nXCrD">pic.twitter.com/jgzN9nXCrD</a></p>— EU_Eurostat (@EU_Eurostat) <a href="https://twitter.com/EU_Eurostat/status/737569536002560000">31 de maio de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O <a href="http://ec.europa.eu/eurostat/documents/2995521/7412086/3-31052016-AP-EN.pdf/d9ad7f43-ce6d-494b-8777-f30d42505328">Eurostat revelou também os dados do desemprego na união monetária</a>. </p> <p>Em abril, a taxa manteve-se estável nos 10,2%, o valor mais baixo desde agosto de 2011. No total, na zona euro, há mais de 16 milhões de pessoas sem trabalho. </p> <p>No conjunto dos 28 Estados-membros da UE, a taxa de desemprego recuou para 8,7%, em abril, quer face aos 8,8% do mês anterior, quer aos 9,6% do período homólogo.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">As EU unemployment rate hits a seven-year low, <a href="https://twitter.com/hashtag/Greece?src=hash">#Greece</a> remains at top of list with no discernible signs of recovery. <a href="https://t.co/FjD0oQxzME">pic.twitter.com/FjD0oQxzME</a></p>— The Greek Analyst (@GreekAnalyst) <a href="https://twitter.com/GreekAnalyst/status/737575486205747200">31 de maio de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>A Alemanha têm a taxa mais baixa da zona euro e o mercado do trabalho dá sinais de robustez, após o crescimento do primeiro trimestre. </p> <p>Em maio, segundo o gabinete do Emprego, o número de desempregados baixou em 11 mil para 2,695 milhões. A queda foi superior ao previsto. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Go <a href="https://twitter.com/hashtag/Germany?src=hash">#Germany</a>! The <a href="https://twitter.com/hashtag/unemployment?src=hash">#unemployment</a> rate falls to 6.1% in May, the lowest level on record! <a href="https://t.co/cYs3tibfwV">pic.twitter.com/cYs3tibfwV</a></p>— jeroen blokland (@jsblokland) <a href="https://twitter.com/jsblokland/status/737560713950990336">31 de maio de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>