Última hora

Em leitura:

OCDE alerta para ondas de choque a nível mundial no caso de um "Brexit"

mundo

OCDE alerta para ondas de choque a nível mundial no caso de um "Brexit"

Publicidade

Uma eventual saída do Reino Unido da União Europeia (UE) irá provocar ondas de choque na economia mundial. O aviso foi dado, esta quarta-feira, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), um dia depois de uma sondagem encomendada pelo jornal britânico The Guardian ter mostrado que 52% dos inquiridos estão a favor do chamado “Brexit”.

A Dinamarca é um dos países que pode ser afetado pelo “Brexit”:

A libra esterlina está já a pagar o preço dos receios de uma saída da UE:

Antiga filiada do UKIP, de onde foi expulsa, a deputada europeia Janice Atkinson defende que os britânicos “querem os melhores e mais brilhantes, não querem levantar barreiras, querem os mais brilhantes cientistas nucleares chineses, os agentes dos bancos de investimento americanos, os consultores de tecnologias de informação da Índia”, considerando que, “neste momento estamos a discriminar os que são de fora da UE e apenas aceitamos milhões de pessoas que vêm de países europeus pobres, por causa do salário mínimo” ser melhor no Reino Unido.

Para já, os partidários de uma saída da União Europeia esfregam as mãos de contentes, indiferentes aos riscos económicos que o próprio Reino Unido enfrenta se abandonar a Europa comunitária, como também já foi referido pelo FMI e por vários líderes mundiais.

Os defensores da permanência na UE também têm apresentado os seus argumentos:

O referendo à permanência do Reino Unido na União Europeia está agendado para o dia 23 deste mês (junho) e, de momento, ninguém arrisca um prognóstico.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte