Última hora

Em leitura:

Safaris artísticos em África: uma forma alternativa de viajar

le mag

Safaris artísticos em África: uma forma alternativa de viajar

In partnership with

Os safaris artísticos são uma forma alternativa de viajar.

Recentemente, um grupo de artistas do Reino Unido percorreu a Namíbia para desenhar animais selvagens. Estar mesmo ao lado das chitas ou guepardos é um dos pontos fortes da viagem.

Mary-Anne Bartlett é professora de pintura e organiza safaris artísticos há vários anos.

“Quando fazemos um esboço, captamos um momento específico. Passamos a fazer parte do habitat e os animais aproximam-se de nós. É uma sensação fantástica porque não estamos a perseguir o animal”, contou a responsável.

A viagem dos artistas inclui uma etapa para contemplar rinocerontes, em Okapuka, a meia hora da capital.

“Li algures que quando estamos sentados, tranquilamente, a desenhar um animal podemos ver a alma dele. Fiquei sentada 20 ou 30 minutos a desenhar um rinoceronte. Penso que é verdade que podemos ver a alma dos animais”, sublinhou Fran Williams, uma das artistas do grupo.

Artigo seguinte