This content is not available in your region

BCE adia decisão sobre a Grécia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
BCE adia decisão sobre a Grécia

<p>Viena acolheu uma reunião do <span class="caps">BCE</span> que terminou praticamente sem surpresas. O conselho de governadores do Banco Central Europeu manteve as taxas de juro nos mínimos históricos decididos em março. </p> <p>Os responsáveis pela política monetária da zona euro reviram em alta as previsões de crescimento e da taxa de inflação. O banco central da zona euro prevê agora uma inflação de 0,2 por cento, mais uma décima que a previsão anterior, e uma expansão do <span class="caps">PIB</span> de 1,6 por cento, o que representa uma revisão em alta de duas décimas.</p> <p>O presidente do <span class="caps">BCE</span> explicou que “os últimos dados apontam para a manutenção do crescimento no segundo trimestre embora seja possível que decorra a um ritmo mais baixo do que no primeiro.” Mario Draghi sublinhou que o conselho espera que a recuperação económica prossiga “a ritmo moderado mas firme”. </p> <p>A surpresa do dia acabou por ser a manutenção do status quo relativamente à Grécia. Depois do acordo entre o governo de Atenas e o Eurogrupo há menos de um mês, esperava-se que o <span class="caps">BCE</span> permitisse aos bancos helénicos recorrerem ao mecanismo que lhes daria acesso aos empréstimos à taxa zero.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Greek shares fall, bond yields rise as <span class="caps">ECB</span> says no Greek waiver yet <a href="https://t.co/zKO0eyqxPV">https://t.co/zKO0eyqxPV</a> <a href="https://t.co/NJaEbTfmjd">pic.twitter.com/NJaEbTfmjd</a></p>— Kathimerini English (@ekathimerini) <a href="https://twitter.com/ekathimerini/status/738386600116113408">2 de junho de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Mas Mario Draghi deitou água na fervura: “O Eurogrupo pediu às instituições para verificarem a implementação das ações acordadas no Memorando de Entendimento. Trata-se que uma discussão em curso com o governo grego. Quando estas ações forem implementadas, o conselho de governadores vai tomar uma decisão relativamente ao mecanismo em questão.” A próxima reunião está agendada para o dia 21 de julho.</p> <p>O <span class="caps">BCE</span> abordou também o referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia e afirmou estar preparado para “todas as eventualidades”.</p>