Última hora

Em leitura:

Como o mundo vê o genocídio arménio?

mundo

Como o mundo vê o genocídio arménio?

Publicidade

Esta quinta-feira, a câmara baixa do parlamento alemão aprovou o reconhecimento, por parte do país, do genocídio arménio de 1915. Segundo o texto, a Alemanha reconhece que a palavra “genocídio” seja aplicada a este episódio da I guerra mundial, em que milhão e meio de arménios morreram às mãos do Império Otomano. A Alemanha é o 29º país a reconhecer o genocídio dos arménios, com uma decisão que causou já uma guerra diplomática entre a Alemanha e a Turquia.

Qual a definição de genocídio?

As Nações Unidas definem o genocídio no segundo artigo da Convenção para a Prevenção e Castigo do Crime de Genocídio.

A ONU define assim o genocídio: Qualquer dos seguintes atos cometidos com o intento de destruir, no todo ou em parte, um grupo nacional, étnico, racial ou religioso, tais como: a) matar membros do grupo b) Causar graves danos físicos ou mentais a membros do grupo c) Impor ao grupo condições de vida destinadas à eliminação física, no todo ou em parte, d) impor medidas destinadas a evitar nascimentos dentro do grupo ou e) Transferir crianças para outro grupo, à força.

A Convenção de 1948 diz que um genocídio tanto pode acontecer em tempo de guerra como de paz.

Mapa dos países que reconhecem oficialmente o genocídio arménio

Outros governos e parlamentos regionais reconhecem este massacre como genocídio:

  • Reino Unido: País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte.
  • Espanha: País Basco, Catalunha, Aragão, Navarra e Baleares.
  • EUA: 44 dos 50 Estados.
  • Austrália: Nova Gales do Sul, Sul da Austrália.

A posição turca

A Turquia admite a morte de um grande número de arménios durante a Primeira Guerra Mundial, mas rejeita que o número seja de várias centenas de milhares ou que tenha havido uma campanha organizada para os eliminar.

A posição de Ancara está bem explicada neste artigo do correspondente da euronews na Turquia, Bora Bayraktar.

Este episódio histórico está na base de muitos dos recentes conflitos diplomáticos da Turquia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte