Última hora

Em leitura:

1954, 1958 e 2016: Dior regressa ao Palácio de Blenheim para apresentar coleção Cruise 2017

le mag

1954, 1958 e 2016: Dior regressa ao Palácio de Blenheim para apresentar coleção Cruise 2017

Em parceria com

A Dior apresentou, terça-feira, a sua coleção Cruise 2017, no Palácio de Blenheim, em Oxford.

Local de anteriores triunfos, em 1954, foi o próprio Christian Dior que apresentou a sua coleção sob o olhar atento da Princesa Margarida. Quatro anos depois, em 1958, durante a sua passagem pela casa Dior, era Yves Saint Laurent quem assinava o desfile no palácio onde nasceu Winston Churchill.

Cruise 2017 foi inspirada “não só nos guarda-roupas da alta sociedade do pós-guerra, mas também na efervescência e no espírito de aventura” que marcou esse período. “A necessidade de viajar e descobrir coisas novas”.

Questionados sobre como as pessoas nos anos 50 reagiriam a esta coleção, os diretores artísticos, Lucie Meier e Serge Ruffieux, respondem: “Provavelmente, algumas ficariam chocadas, outras sentir-se-iam entusiasmadas, prontas a usá-la, outras talvez não. Julgo que, de certa forma, foi uma nova interpretação do novo visual também para nós – com tops cintados e saias plissadas”.

De acordo com a equipa de estilistas, a nova coleção pretende ser o reflexo de uma longa interação cultural entre França e Inglaterra.

Algumas das peças fazem invocam a caça, praticada pela sociedade aristocrata inglesa, e o campo. Mas, revelam também a silhueta clássica característica da Dior.

Estampados florais, padrões ousados e bordados, em veludo e sedas, destacaram-se na passerelle.

Artigo seguinte