This content is not available in your region

Cheias: Pelo menos 10 mortos na Alemanha, dois na Roménia e um na Bélgica

Access to the comments Comentários
De  Antonio Oliveira E Silva  com ASSOCIATED PRESS, EBU, LUSA
Cheias: Pelo menos 10 mortos na Alemanha, dois na Roménia e um na Bélgica

<p>Pelo menos 10 pessoas morreram no sul da Alemanha por causa das inundações provocadas pelas fortes chuvas da semana passada, quando se esperam novas tempestades para a região. Morreu também uma pessoa na Bélgica. </p> <p>Juntamente com as tarefas de limpeza, continuava, este sábado de manhã, a busca de outras duas pessoas desaparecidas, um casal de aposentados.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr"><a href="https://twitter.com/hashtag/EUSolidarityFund?src=hash">#EUSolidarityFund</a> available to floods victims.So far no application <a href="https://t.co/CebAJnCGau">https://t.co/CebAJnCGau</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Hochwasser?src=hash">#Hochwasser</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/inondations?src=hash">#inondations</a> <a href="https://t.co/C9oPa6IH41">pic.twitter.com/C9oPa6IH41</a></p>— European Commission (@EU_Commission) <a href="https://twitter.com/EU_Commission/status/738793178296356866">3 de junho de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Na cidade de Braunsbach, Estado de Baden- Wuerttenberg, 46 refugiados afegãos, instalados num campo vizinho, resolveram ajudar com os trabalhos de recuperação e de limpeza. </p> <p>“Vim cá porque vi o que se passava na televisão, vi os estragos e os problemas.<br /> Viemos para ajudar, pois é a primeira vez que vejo algo assim,” disse Abdul Munir, refugiado alemão a viver na Alemanha, à Associated Press.</p> <h3>Dois mortos e 200 desalojados na Roménia</h3> <p>Duas pessoas morreram no leste da Roménia por causa das tempestades. Cerca de 500 elementos dos serviços de proteção civil e do exército foram chamados para assistir a população das zonas afetadas. As fortes chuvas devastaram campos, casas e infraestruturas. Uma das estradas nacionais do país sucumbiu à violência das águas lamacentas. Pelo menos 200 pessoas tiveram de deixar as suas casas no condado de Bacau, a trezentos quilómetros a norte da capital Bucareste.</p>