Última hora

Em leitura:

Itália: Autárquicas apresentam-se como um desafio à popularidade de Matteo Renzi

mundo

Itália: Autárquicas apresentam-se como um desafio à popularidade de Matteo Renzi

Publicidade

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, enfrenta mais um desafio. Os italianos votam, este domingo, nos representantes nas autarquias, das principais cidades do país.

Em Roma, o movimento “5 estrelas” tem a oportunidade de capitalizar o descontentamento do eleitorado em relação aos principais partidos, envolvidos em escândalos de corrupção.

Com “honestidade”, como palavra de ordem Virginia Raggi, de 37 anos, assume-se como a favorita para vencer a principal autarquia do país.

Esta antiga advogada espera torna-se na primeira mulher a liderar a capital italiana.

Cerca de 13 milhões de italianos são chamados às urnas para eleger cerca de 1300 autarcas.

Os olhos estão postos nos maiores centros urbanos como Roma, Milão, Nápoles e Turim

Milão será, talvez, o maior desafio para Renzi. O candidato da fação do governo, Giuseppe Sala, antigo diretor da Expo Universal de Milão 2015, tenta conquistar a autarquia. Um propósito ameaçado pelo rival de centro-direita, Stefano Parisi.

Em Turim, o atual autarca Piero Fassino, é uma das figuras mais conhecidas do Partido Democrático de Matteo Renzi, e lidera as sondagens.

Em Nápoles, espera-se que seja o antigo procurador e e independente, Luigi Magistris a vencer as eleições autárquicas deste domingo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte