Última hora

Em leitura:

“O Conto dos Contos”: Histórias de encantar da cultura italiana

cinema

“O Conto dos Contos”: Histórias de encantar da cultura italiana

In partnership with

Para não repetir histórias e autores conhecidos, Matteo Garrone descobriu em Napoles três contos locais que fazem parte da recolha feita no século XVII por Giambattista Basile (1566-1632). “O Conto dos Contos” passa-se em três reinos contíguos e as histórias estão entrelaçadas. Mas a conclusão é comum.

Matteo Garrone explica que “era pintor por isso é que a abordagem é sempre tão visual e gosto de escolher personagens com as quais crio uma relação e amo. Gosto de estar perto delas e ser humano e amá-las. Tento fazer um filme que fale ao coração e não à cabeça”.

Os três contos estão focados em mulheres: uma desesperada para ter filhos, outra desesperada para se manter jovem e bela e a terceira desesperada para escapar de um marido violento.

Salma Hayek desempenha o papel da primeira dessas mulheres. A atriz garante que “é um sonho tornado realidade. Era uma das coisas que parece difícil de concretizar porque é cinema europeu e o realizador não costuma trabalhar com atores nos papéis principais. Por isso fiquei muito feliz quando me chamou”.

“O Conto dos Contos” tem que ser vendido e rentabilizado no mercado mundial, Matteo Garrone optou por fazê-lo em inglês e com um elenco internacional. Aliás, este é o primeiro filme falado em inglês do realizador, numa co-produção entre Itália, França e Reino Unido.

Artigo seguinte