Última hora

Última hora

Raio pode ter estado na origem do acidente ferroviário na Bélgica

Em leitura:

Raio pode ter estado na origem do acidente ferroviário na Bélgica

Raio pode ter estado na origem do acidente ferroviário na Bélgica
Tamanho do texto Aa Aa

Os investigadores belgas investigam a possibilidade de o mau tempo ter estado na origem do acidente ferroviário deste domingo, próximo de Saint-Georges-sur-Meuse e de Hermalle-sous-Huy, nos arredores de Liége.

Um comboio de passageiros, que realizava a ligação entre Namur e Liège, “embateu num comboio de mercadorias parado na via”, como explicou o presidente da Câmara de Saint-Georges-sur-Meuse, detalhando que a “violenta colisão” ocorreu “por volta das 11 da noite (menos uma hora em Lisboa). O comboio de passageiros seguia a cerca de 90 km/h e provocou uma situação verdadeiramente apocalíptica. A primeira carruagem ficou partida em dois”, concluiu.

O Rei dos Belgas, Filipe, e o primeiro-ministro, Charles Michel já visitaram o local do acidente e expressaram condolências às famílias das três vítimas mortais de um sinistro que fez ainda nove feridos, alguns em estado considerado grave.

Foi aberto um inquérito à ocorrência e a empresa que gere a rede ferroviária já evocou a possibilidade de um raio, que atingiu o sistema elétrico da linha algumas horas antes, poder ter danificado o sistema de sinalização abrindo assim caminho para o desastre.