Última hora

Em leitura:

Venezuela: oposição volta a exigir nas ruas referendo contra Maduro

mundo

Venezuela: oposição volta a exigir nas ruas referendo contra Maduro

Publicidade

A oposição venezuela voltou a manifestar-se em Caracas para exigir a realização do referendo revogatório contra o presidente Nicolas Maduro.

O governo e o Conselho Eleitoral Nacional são acusados de atrasar o processo. Se a consulta popular tiver lugar antes de 10 de janeiro de 2017, pode dar lugar a novas eleições, mas se for organizada depois dessa data, Maduro será simplesmente substituído pelo vice-presidente.

O líder opositor Jesus Torrealba diz que “a crise não vai ser resolvida, independentemente do que diz o governo ou a oposição; será resolvida devido ao que diz o povo venezuelano, que quer uma consulta eleitoral antecipada, de acordo com a Constituição venezuelana, que não pode ser negociada, pois é um direito constitucional”.

A oposição entregou há mais de um mês um milhão e oitocentas mil assinaturas – muito mais do que o mínimo de 200.000 exigidas – a pedir a realização do referendo revogatório.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte