This content is not available in your region

França: Uber condenada a pagar multa de 800 mil euros

Access to the comments Comentários
De  Patricia Cardoso  com AFP, EFE
França: Uber condenada a pagar multa de 800 mil euros

<p>O Tribunal Criminal de Paris condenou a Uber a pagar 800 mil euros. Foram decretadas também multas de 20 mil e 30 mil euros para Pierre-Dimitri Gore Coty, diretor da Uber para a Europa Ocidental, e Thibaud Simphal, diretor geral Uber França. </p> <p>A sentença estipula que metade do valor das multas fica suspensa. </p> <p>A Uber já anunciou que vai recorrer.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="pt" dir="ltr">Uber é condenado a multa de 800 mil euros na França: O Uber France anunciou sua intenção de apelar das sentenças <a href="https://t.co/aCVrj6wrvJ">https://t.co/aCVrj6wrvJ</a></p>— <span class="caps">EXAME</span> Negócios (@Negocios_EXAME) <a href="https://twitter.com/Negocios_EXAME/status/740926012909715456">9 de junho de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Este foi o primeiro processo penal na Europa contra a Uber. A empresa norte-americana foi considerada culpada de serviço ilegal de transporte de passageiros com motoristas não profissionais. </p> <p>A queixa foi apresentada por dezenas de taxistas. Os profissionais multiplicam os protestos, nos últimos anos, evocando a concorrência desleal. </p> <p>A Uber já tinha sido condenada em dezembro, pela justiça francesa, a pagar uma multa de 150 mil euros por “prática comercial enganosa”. </p> <p>UberPOP colocava em contacto clientes com motoristas não-profissionais que usavam o próprio veículo. A aplicação foi proibida em França em 2015. </p> <p>A Uber continua a funcionar através de outras plataformas com motoristas profissionais cadastrados, como definido pela lei.</p>