Última hora

Em leitura:

Maria Sharapova não perde tudo com suspensão

empresas

Maria Sharapova não perde tudo com suspensão

Publicidade

Maria Sharapova guarda alguns dos seus patrocinadores apesar da suspensão de dois anos imposta pela Federação Internacional de Ténis.

Nike, Head e Evian decidiram manter os patrocínios à tenista russa, já que o tribunal concluiu que ela não violou deliberadamente o código antidopagem.

A 7 de março, a antiga número 1 mundial e vencedora de cinco torneios do “Grand Slam” revelou um controlo antidopagem positivo ao meldonium, no Open da Austrália. A substância foi integrada na lista de produtos proibidos a 1 de janeiro.

Agora, no Facebook, Sharapova anunciou que não pode aceitar a suspensão e que vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto.

O caso custou-lhe os contratos com a Tag Heuer e a Porsche. A Nike também tinha suspendido as relações, mas decidiu retomar o patrocínio, evocando as conclusões judiciais e boa-fé da tenista, que admitiu a sua culpa.

Em 2015, Maria Sharapova foi a desportista mais bem paga do mundo, graças a contratos publicitários e outras atividades. A fortuna está estimada em 200 milhões de dólares pela revista Forbes.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte