Última hora

Em leitura:

Hillary Clinton e Elizabeth Warren: Rumo a um "ticket" de mulheres?

mundo

Hillary Clinton e Elizabeth Warren: Rumo a um "ticket" de mulheres?

Publicidade

Hillary Clinton pode levar às presidenciais norte-americanas um “ticket” 100% feminino e convidar Elizabeth Warren para candidata a vice-presidente.

Clinton, que tem a nomeação praticamente assegurada, teve uma reunião com a senadora democrata do Massachussets, um dia depois da demonstração pública de apoio.

Warren não quis falar à imprensa no fim da reunião. Politicamente mais à esquerda, pode ser um instrumento para atrair os votos do eleitorado de Bernie Sanders, que continua na corrida, apesar de matematicamente Clinton ter já os delegados de que precisa para a nomeação.

São muitos os apoiantes de Sanders que dizem que não vão votar em Hillary. É uma situação que pode dar a vitória a Donald Trump e que o campo democrata quer evitar a todo o custo. Sanders já se disse pronto a ajudar Clinton a derrotar Trump.

Cenk Uygur, apresentador do “webcast” político “The Young Turks” (esquerda), mostra-se chocado com os dados: 83% dos seus seguidores NÃO vão votar em Hillary Clinton.

Outros apoios públicos vieram do vice-presidente Joe Biden e do próprio Barack Obama.

O presidente diz que não há ninguém melhor que Hillary para lhe suceder. O apoio foi dado num vídeo publicado nas redes sociais.

O vídeo de Obama (aqui em versão espanhola):

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte