Última hora

Em leitura:

Canadá: Abou Sayyaf terá executado o canadiano Robert Hall

mundo

Canadá: Abou Sayyaf terá executado o canadiano Robert Hall

Publicidade

O governo do Canadá acredita que Robert Hall, o canadiano raptado pelo grupo radical islâmico Abou Sayyaf nas Filipinas, em 2015, terá morrido.

De acordo com o canal canadiano CBC News, Hall terá sido executado após o prazo para o pagamento do pedido de resgate ter expirado.

O grupo, com ligações à Al-Qaida, exigia 300 milhões de pesos filipinos, o equivalente a cerca de 6 milhões de euros, para libertar o canadiano.

Na rede social Twitter, o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, afirmou que há razões para acreditar que a notícia da execução seja verdadeira.

Trudeau reiterou a política de não-pagamento de resgates, em casos semelhantes, para evitar que os canadianos sejam constituídos alvos, no estrangeiro.

Robert Hall foi raptado em setembro de 2015 de uma estância balnear na ilha de Samal, a algumas centenas de quilómetros a este da ilha de Jolo, bastião do Abou Sayyaf.

Com Hall foram sequestrados o canadiano John Ridsdel, executado em abril, um norueguês e uma filipina. Desconhece-se em que condições estão.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte