Última hora

Em leitura:

Psicólogo vitimiza Oscar Pistorius em tribunal

mundo

Psicólogo vitimiza Oscar Pistorius em tribunal

Publicidade

Oscar Pistorius, antiga estrela do atletismo paralímpico da África do Sul, não está em condições de testemunhar no seu novo julgamento, porque “apresenta sinais e sintomas de stress pós-traumático, ansiedade e depressão”. Quem o afirmou foi o psicólogo Jonathan Scholtz, apresentado pela defesa em tribunal, depois realizar algumas sessões com o atleta.

“Em discurso informal eu diria que ele está “perdido”. Na minha opinião a sua condição atual requer hospitalização. Desde os acontecimentos de 2013 que ele ficou traumatizado quando ouve o som de disparos, mesmo quando assiste a um filme”, afirmou o psicólogo.

Oscar Pistorius, de 29 anos, enfrenta uma pena mínima de 15 anos de prisão por homicídio. Atualmente, encontra-se em prisão domiciliária. A sentença pode ser reduzida porque esteve já detido cerca de um ano e, entre outras coisas, se ficar provada a incapacidade.

A morte de Reeva Steenkamp aconteceu no dia de São Valentim de 2013. O atleta paralímpico afirma ter confundido a companheira com um intruso e ter disparado quatro vezes através da porta da casa de banho.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte