Última hora

Em leitura:

Euro 2016: Ingleses e russos debaixo de olho por causa da violência

mundo

Euro 2016: Ingleses e russos debaixo de olho por causa da violência

Publicidade

Ingleses e russos estão no centro das atenções por causa da violência que originaram na primeira jornada do campeonato europeu.

Os russos instalaram-se em Lille para assistir a um novo desafio da sua equipa contra a Eslováquia mas apenas se registaram pequenos incidentes.

Antes do desafio havia otimismo. “Penso que haverá confrontos entre os ultras mas não entre adeptos normais como nós. Então, penso que não vamos ter quaisquer problemas, espero”, diz um adepto eslovaco.

“Quem quer lutar vai lutar, quem não quiser, como estas duas raparigas, não o fará. Elas vão apenas passear por estes locais a sorrir”, explica um russo. As duas raparigas afirmam esperar “uma boa atmosfera, uma atmosfera simpática. Por exemplo, ontem, nós passámos o nosso tempo com alemães e britânicos e cantámos juntos”.

E como em quase tudo, é preciso separar o trigo do joio e a festa do futebol une multidões, mesmo de nações diferentes.

Mas há sempre os desordeiros.

As autoridades francesas não facilitam e têm os potenciais adeptos mais violentos debaixo de mira.

Questionaram russos depois de terem encontrado pedras no automóvel onde seguiam e confiscaram bebidas alcoólicas a eslovacos em Lille.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte