Última hora

Novo drama em Orlando: Jacaré "caça" criança de 2 anos em lagoa da Disney

Criança de dois anos é surpreendida a brincar à beira da água e arrastada por jacaré para dentro de lagoa artificial junto a estância turística sem que os pais conseguissem evita-lo. Buscas prosseguem

Em leitura:

Novo drama em Orlando: Jacaré "caça" criança de 2 anos em lagoa da Disney

Tamanho do texto Aa Aa

Após o assassinato sexta-feira da cantora Christina Grimmei e do trágico massacre no sábado de quase cinquenta pessoas numa discoteca, Orlando volta a viver novo drama: o desaparecimento de uma criança de dois anos, vítima de um jacaré com cerca de 2 metros, na estância turística Grand Floridian Resort & Spa, da Disney World.

 

A Lagoa dos Sete Mares na disney

Resultado da limpeza de um pântano onde a Disney criou o apelidado “Reino Mágico”, é uma lagoa artificial situada dentro do espaço do primeiro parque de diversões da empresa de entretenimento norte-americana construído em 1971. A lagoa artificial atinge uma profundidade máxima a rondar os 4 metros em certas partes, é circundada por dois monocarris e atravessada por ligações fluviais que ligam as três estâncias turísticas ali criadas pela Disney à entrada do parque de diversões propriamente dito.

As estâncias Contemporânea e Polinésia existem desde o início do parque; a de Grand Floridian, onde se deu o ataque desta terça-feira, foi construída em 1988.

O ataque deu-se terça-feira, pouco depois das 21 horas locais (02h da madrugada desta quarta-feira, em Lisboa). O menino, membro de uma família de 5 oriunda do Nebraska, foi apanhada de surpresa por um jacaré, que se estima ter entre 1,20 e 2 metros de comprimento, e arrastada para uma lagoa sem que os pais o conseguissem evitar.

“O pai entrou na água e ainda tentou agarrar a criança, mas não teve sucesso. A certa altura, pelo que nos foi dito, a mãe também pode ter entrado na água. Os pais esforçaram-se para recuperar o filho”, afirmou Jerry Demings, o xerife do condado de Orange.

O chefe da polícia disse ainda, “como pai e avô”, esperar “pelo melhor nestas circunstâncias”. “Mas pelos meus 35 anos de experiência nas forças da ordem, sei que que temos grandes obstáculos pela frente”, alertou.

Os relatos indicam que o pai terá ficado com arranhões na tentativa de resgatar o filho. O ataque do jacaré terá acontecido quando a família descontraía no areal da lagoa e a criança brincava à entrada da lagoa.

 

Crocodilo versus jacaré: diferenças

São répteis parecidos, mas de familias diferentes. Os crocodilos pertencem ?a família dos “crocodilidae” e os jacarés à dos “alligatoridae”. Dentro da primeira, existem mais de uma dezena de espécies diferentes enquanto a segunda não chega à dezena. Fisicamente, os crocodilos apresentam um focinho mais alongado e os jacarés mais largo e arredondado. Os crocodilos apresentam uma dentição similar superior e inferior, que escondem quando fecham a boca. Nos jacarés, com a boca fechada, o quarto dente do maxilar inferior destaca-se dos demais e encaixado numa cavidade lateral externa da boca. A dentição superior dos crocodilos é alinhada com a inferior, a dos jacarés não.

O local foi isolado pela polícia. Cerca de meia centena de agentes, com recurso a helicópteros e outros equipamentos, prosseguem as buscas pela criança e pelo jacaré na Lagoa dos Sete Mares, o lago artificial que banha a Grand Floridian Resort & Spa, na Disney. Uma equipa de mergulhadores equipados com sonar está também a postos para entrar na água.

De acordo com os relatos dos meios de comunicação locais, na lagoa não existe qualquer aviso da existência de jacarés na zona, mas há cartazes a alertar contra a prática de natação no local. É comum avistarem-se jacarés a atravessar os campos de golfe vizinhos das estâncias turísticas da Disney. Um porta-voz da empresa revelou que os responsáveis do parque estão “devastados” pelo sucedido. “Estamos a ajudar a família e a fazer todo o possível para ajudar as autoridades”, acrescentou o responsável da Disney.

Este não é um caso inédito na Disney World. Há 30 anos, em outubro de 1986, uma criança foi também atacada por um jacaré na praia de Forte Wilderness, mas resultou apenas ferida depois de as pessoas presentes no local terem conseguido afastar o réptil da vítima.