Última hora

Em leitura:

"Era uma grande deputada mobilizadora e com uma enorme compaixão"

mundo

"Era uma grande deputada mobilizadora e com uma enorme compaixão"

Publicidade

Bandeira a meia haste no parlamento britânico.

O Reino Unido está de luto. As mensagens de condolências chegam de todo o mundo.

Deputados, incluindo, o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, acenderam velas e colocaram flores em frente à câmara dos comuns.

“A violência não é a resposta, a violência nunca é a resposta ao que quer que seja. Temos que nos unir e expressar as nossas profundas condolências à família. Perdemos uma mulher maravilhosa, perdemos uma maravilhosa deputada, mas a nossa democracia segue em frente, o trabalho dela vai seguir em frente”, declarou Corbyn.

“Perdemos uma grande estrela. Ela era uma deputada, uma grande deputada mobilizadora com uma enorme compaixão e um grande coração. E as pessoas vão ficar muito muito tristes pelo que aconteceu. São notícias terríveis. Foi correto termos suspendido a atividade de campanha deste referendo e os pensamentos de todos vão estar com a família da Jo e os eleitores neste terrível momento”, declarou o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

O antigo presidente da câmara de Londres, Boris Johnson, opositor no referendo, também reagiu no Twitter. “Referiu estar chocado e triste”.

Nigel farage, outro opositor, também usou o Twitter. Afirmou estar “profundamente triste e que envia as condolências à família”.

Na circunscrição de Jo Cox, Farage, foi realizada uma vigília na Igreja de São Pedro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte