Última hora

Em leitura:

Cinco anos de prisão para ex-guarda de Auschwitz

mundo

Cinco anos de prisão para ex-guarda de Auschwitz

Publicidade

A Justiça alemã atribuiu cinco anos de prisão a um antigo guarda do campo de concentração de Auschwitz, Reinhold Hanning, atualmente com 94 anos.

Setenta e um anos depois do fim da Segunda Guerra Mundial, é um dos últimos processos relacionados com o Holocausto e contou com a presença e testemunhos de alguns dos sobreviventes das atrocidades cometidas pelo regime nazi.

Hanning, que integrou a Juventude Hitleriana e combateu em França e na Ucrânia, serviu no campo de extermínio nazi entre janeiro de 1943 e junho de 1944, quando tinha 23 anos.

Na leitura da sentença, o presidente do tribunal de Detmold, no oeste da Alemanha, afirmou que o antigo guarda de Auschwitz “contribuiu para a morte de pelo menos 170.000 pessoas”.

Estima-se que um total de um milhão e cem mil pessoas, na maioria judeus, perderam a vida no mais mortífero campo de concentração do regime nazi.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte