Última hora

Em leitura:

Encontrada segunda caixa negra do avião da EgyptAir

mundo

Encontrada segunda caixa negra do avião da EgyptAir

Publicidade

A segunda “caixa negra” do avião da EgyptAir, que se despenhou no mar Mediterrâneo a 19 de maio, foi encontrada, anunciou hoje a comissão de inquérito egípcia, em comunicado.

O Flight Data Recorder (FDR), que regista a cada segundo todos os parâmetros técnicos do voo, como velocidade, altitude e direção do aparelho, “foi encontrado em vários pedaços”, mas as equipas de investigação conseguiram recuperar “a parte mais importante, a que contém a memória do aparelho”, acrescenta o comunicado.

Na quinta-feira, foi encontrada a primeira “caixa negra” do avião, o Cockpit Voice Recorder (CVR), que regista todos os diálogos na cabina de comando, sons e anúncios ouvidos no local.

De acordo com as normas em vigor, um avião comercial possui duas “caixas negras”: FDR (Flight Data Recorder), ou gravador que regista todos os dados do voo, e CVR.

Estes gravadores, introduzidos na aviação a partir da década de 1960, encontram-se no interior de caixas metálicas reforçadas, concebidas para resistir a choques extremamente violentos, fogo intenso e longa imersão em águas profundas.

Ao contrário do que o nome indica, as “caixas negras” são cor de laranja com bandas brancas refletoras.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte