Última hora

Em leitura:

Final da NBA, jogo 6: Cavaliers vencem e obrigam campeões Warriors a "finalíssima"

Desporto

Final da NBA, jogo 6: Cavaliers vencem e obrigam campeões Warriors a "finalíssima"

Publicidade

Os Cleveland Cavaliers vão obrigar os campeões da Liga Profissional de Basquetebol a jogar a “negra” para decidir o título deste ano da NBA. Com uma noite para esquecer de Stephen Curry, apesar dos 30 pontos marcados, os Golden State Warriors foram incapazes de decidir tudo neste sexto jogo da final jogado em Cleveland e perderam 115-101.

Lebron James — com 41 pontos, onze assistências, oito ressaltos e quatro roubos de bola — esteve em grande nos Cavaliers. Com um primeiro período arrasador (31-11), contrastando com o pior quarto de jogo dos Warriors esta temporada, os anfitriões até permitiram aos campeões ser melhores, mas não tanto, nos dois períodos seguintes, o que permitiu aos Cavaliers manter o controlo do marcador.

Os Warriors, ainda assim, tiveram em Curry a mão mais certeira da noite. O base dos campeões e atualmente a maior estrela da competição assinou 30 pontos, 2 ressaltos, uma assistência e um roubo de bola, mas pode ter estragado tudo quando lhe foi assinalada a sexta falta e protestou atirando de forma inadvertida a proteção bocal contra um adepto na bancada.

Curry foi expulso e tem a presença em risco no sétimo jogo da final, marcado para domingo, em Oakland. “Foi obviamente frustrante ser expulso no quarto período de um jogo decisivo e não poder estar ali com os meus companheiros de equipa. Por isso, deixei-me levar pelo momento, mas vou estar bem para o próximo jogo”, prometeu Curry após o jogo.

O treinador dos Warriors lembrou que Curry “é o MVP da Liga”. “Foi-lhe assinalada a sexta falta e três delas foram absolutamente ridículas”, lamentou Steve Kerr.

Com a derrota neste sexto jogo, os Warriors arriscam-se a ser a primeira equipa na história das finais da NBA a perder o título depois de terem estado com dois jogos de vantagem (3-1). Em busca do primeiro anel de campeão, os Cavaliers partem motivados para Oakland, onde a 13 de junho, já bateram os campeões por 97-112, reduzindo na altura a desvantagem na final face aos californianos para 3-2.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte