Última hora

Obama defende mudança no debate sobre controlo de armas

O presidente dos Estados Unidos, apelou hoje ao fim “da discriminação e da violência contra a comunidade LGBT” durante uma visita aos familiares das vítimas do tiroteio de domingo numa discoteca ‘gay’

Em leitura:

Obama defende mudança no debate sobre controlo de armas

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente dos Estados Unidos, apelou hoje ao fim “da discriminação e da violência contra a comunidade LGBT” durante uma visita aos familiares das vítimas do tiroteio de domingo numa discoteca ‘gay’ em Orlando.

Barack Obama e o vice-presidente, Joe Biden, depositaram 49 rosas brancas, uma por cada vítima, diante do centro de artes performativas Doctor Phillips, em Orlando, onde na segunda-feira ocorreu uma cerimónia em homenagem às vítimas e onde dezenas de pessoas depositaram fotografias, balões, cartazes e mensagens de apoio.

O presidente norte americano defendeu que o debate sobre o controlo de armas tem de mudar e insistiu que enquanto os militares atacam os grupos extremistas e os serviços de inteligência trabalham para acabar com as suas redes, o governo não pode parar cada “pessoa demente”.