Última hora

Em leitura:

"Suburra": A decadência de Roma no novo filme de Sollima

cinema

"Suburra": A decadência de Roma no novo filme de Sollima

In partnership with

Itália, 2011. Um criminoso, conhecido pelo nome de Samurai, deseja transformar a cidade portuária de Óstia, próxima da capital, numa nova Las Vegas.

Com realização de Stefano Sollima (conhecido pelas séries televisivas “Gomorra” e “Roma Criminal”), “Suburra” baseia-se na novela homónima de Carlo Bonini e Giancarlo De Cataldo.

A película aborda as ligações entre o crime organizado e a política em Roma. A “Cidade Eterna” é um lugar de corrupção e decadência, onde tudo – sexo, votos, e mesmo o sacerdócio – pode ser comprado por um preço.

Filippo Malgradi é um político corrupto viciado em sexo, drogas e prostitutas que, com a ajuda de um influente cardeal do Vaticano, protege os interesses de Samurai. Os chefes da máfia local apoiam o projeto, mas uma guerra de poder entre vários “gangs” complica as coisas.

O realizador Stefano Sollima não querer afastar os turistas e diz que a capital da Itália não é tão má como o filme mostra:

“É um retrato menos convencional da cidade. Provavelmente já vimos todos as mesmas imagens noutros contextos, onde Roma é mostrada como um lugar agradável, cheio de uma grande quantidade de belezas históricas, mas não é só isso. É uma enorme metrópole que é regida por diferentes poderes que lutam uns contra os outros a fim de manter um equilíbrio de forças”, ressalva Sollima.

A história de “Suburra” desenrola-se durante sete dias, com um antigo criminoso é encarregado pela máfia de transformar a orla marítima de Roma numa nova Las Vegas.

O elenco conta com a participação de Pierfrancesco Favino, Claudio Amendola, Greta Scarano e Jean-Hugues Anglade.

“Roma é uma bela cidade e não nos cruzamos com este tipo de situações na rua. Pode sair à noite e divertir-se e isso é ótimo. Roma tem porém, como em qualquer grande cidade do mundo, uma face oculta. Nunca lhe aconteceria entrar no meio político e ser convidado para uma orgia, a menos que queira.”, diz Pierfrancesco Favino.

O filme teve grande sucesso na Itália e está a ser adaptado à televisão numa série de dez episódios. “Suburra” estreia em Portugal dia 21 de abril.

Artigo seguinte