Última hora

Em leitura:

Tunísia: Adiado julgamento da morte de opositor Chokri Belaid

mundo

Tunísia: Adiado julgamento da morte de opositor Chokri Belaid

Publicidade

Foi outra vez adiado o julgamento dos 24 suspeitos de cumplicidade no assassinado do líder da oposição tunisino Chokri Belaid em 2013.

Em Tunis, cerca de 300 pessoas manifestaram-se antes da audiência começar. Exigiram justiça, protestaram contra o que dizem ser zonas obscuras no processo e mostraram desagrado em relação ao presidente do país e ao maior partido da Tunísia, o islâmico Ennahda.

Após a sessão começar, o juiz decidiu interromper e adiar o julgamento face a palavras virulentas entre os advogados.

Chokri Belaïd, feroz crítico do partido Ennahda, foi baleado mortalmente em frente a sua casa em 2013, ainda em período pós primavera árabe.

As autoridades atribuíram o crime a um movimento islâmico e um ano mais tarde anunciaram ter abatido o autor direto do assassinato.

A morte foi mais tarde reivindicada pelo estado islâmico, mas a família de Belaid, continua a denunciar zonas obscuras e a reclamar justiça.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte