Última hora

Em leitura:

Soyuz aterra no Cazaquistão: seis meses de vida no espaço acabaram para 3 astronautas

mundo

Soyuz aterra no Cazaquistão: seis meses de vida no espaço acabaram para 3 astronautas

Publicidade

A aterragem da cápsula Soyuz em solo do Cazaquistão concedeu aos três astronautas a bordo voltar a terra depois de 186 dias no espaço.

O cosmonauta russo Yuri Malencheko da Rococosmos, Tim Peake, da Agência Espacial Europeia e Tim Kopra, o americano da NASA, que passou o comando da Estação Espacial Internacional ao Comandante Jeff Williams antes de iniciarem o regresso à Terra, chegaram são e salvos.

Depois de extraídos pela equipa de busca e recuperação da cápsula Soyus, que aterrou no sítio previsto na estepe ventosa do Cazaquistão após uma descida de pára-quedas de 14 minutos, Peake declarou: “Verdadeiramente assombroso. Os cheiros da terra são tão fortes e é maravilhoso estar de volta ao ar fresco. Adorável, realmente bom. Estou ansioso por ver a minha família. Definitivamente, vou sentir saudades da vista.”

Uma “experiência que nos muda a vida”, acrescentou Peake, o primeiro astronauta a representar o governo britânico.

A Soyuz tinha partido da Estação Espacial Internacional 3 horas antes, depois de ter abrigado a vivência dos três astronautas durante 6 meses no espaço.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte