Última hora

Autárquicas italianas: Agora é que são elas

Pela primeira vez, Roma vai ter uma mulher presidente da Câmara.

Em leitura:

Autárquicas italianas: Agora é que são elas

Tamanho do texto Aa Aa

Roma vai ter, pela primeira vez, uma mulher como presidente da Câmara. os resultados da segunda volta destas autárquicas parciais em Itália confirmaram o que já a primeira volta tinha deixado no ar: Vitórias do Movimento Cinco Estrelas (M5E), com Virginia Raggi em Roma e outra mulher, Chiara Appendino, em Turim.

O movimento antissistema liderado pelo comediante Bebbe Grillo é o grande vencedor destas eleições. Os perdedores são o Partido Democrático do Primeiro-Ministro Matteo Renzi e o centro-direita de Silvio Berlusconi.

Milão foi a única das quatro maiores cidades italianas a eleger um candidato dos partidos tradicionais: Giuseppe Sala garante que o centro-esquerda continua a cidade.

Já em Nápoles, o independente de esquerda Luigi De Magistris conseguiu a reeleição.

Nestas eleições, os italianos escolheram os presidentes de mais de mil municípios, incluindo das principais capitais de região e província.