Última hora

Em leitura:

Euro 2016: França e Suíça satisfeitas com o nulo, Albânia ainda sonha

the corner

Euro 2016: França e Suíça satisfeitas com o nulo, Albânia ainda sonha

Publicidade
  • França 0-0 Suíça
  • Roménia 0-1 Albânia
  • Armando Sadiku apontou o único golo do dia
  • Albânia termina em terceiro e espera resultados dos outros grupos


Meio campo novo, problemas velhos

Em Lille, França e Suíça deram-se por satisfeitas com um empate a zero. A haver um vencedor, só podia ser a equipa da casa, ainda assim tiveram ambas motivos para festejar.

Com o apuramento já garantido, Didier Deschamps aproveitou para fazer algumas alterações e mudou os três homens do meio campo relativamente à vitória sofrida frente à Albânia.

Paul Pogba, pela primeira vez, deu um ar da sua graça no torneio e acertou por duas vezes no ferro da baliza de Yann Sommer. No segundo tempo, Dimitri Payet, que tinha começado no banco, acertou também na barra naquele que teria sido certamente um dos melhores golos da competição. Assim, foi apenas o único motivo de interesse após o descanso.

A França garantiu assim o primeiro lugar do grupo A, a Suíça assegurou um lugar nos oitavos-de-final.

Albânia faz história

Quem ainda sonha com um lugar entre as 16 melhores equipas da europa é a Albânia, que derrotou a Roménia pela margem mínima e terminou em terceiro lugar do grupo. Armando Sadiku entrou para a história como o primeiro albanês a fazer o gosto ao pé numa grande competição.

A equipa aguarda agora pelos resultados dos outros grupos para saber se continua em prova. O sonho continua vivo, mas com três pontos e um saldo negativo de dois golos, os albaneses ainda terão muito para sofrer. Apenas os quatro melhores terceiros classificados seguem em frente.

Já a Roménia, despede-se do torneio sem glória. A equipa de Iordănescu mostrou uma capacidade de trabalho assinalável, futebol é que nem por isso. Está muito distante do talento de outras gerações e só marcou da marca de grande penalidade.

Três lições a reter:

  • Suíça precisou de apenas dois golos para seguir em frente. A última equipa a fazê-lo foi a Dinamarca, que acabou por ser campeã em 1992.
  • Albânia tira o máximo rendimento de cada golo. Desde o início da fase de qualificação marcou apenas por oito vezes.
  • Dos cinco estreantes no Campeonato da Europa, só a Islândia continua sem vencer… mas também ainda não perdeu


Estrela do dia

Armando Sadiku tem um lugar garantido na história da Albânia. O atacante do Vaduz abriu o ativo frente à Roménia e tornou-se no primeiro futebolista do país a fazer o gosto ao pé numa grande competição internacional.


O programa de segunda-feira

Para esta segunda-feira estão marcados dois encontros, ambos com pontapé de saída às 20h (hora de Lisboa). Em Toulouse, a Rússia procura a primeira vitória frente ao País de Gales, em Saint-Étienne a Eslováquia mede forças com a Inglaterra.


O dia em fotos

Euro 2016 day 10

      Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

      tradução automática

      tradução automática

      Artigo seguinte