This content is not available in your region

WikiLeaks: Julian Assange entra no quinto ano de reclusão

Access to the comments Comentários
De  Euronews
WikiLeaks: Julian Assange entra no quinto ano de reclusão

<p>Foi um Julian Assange zangado que assinalou o começo do quinto ano a viver na reclusão da embaixada do Equador em Londres. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Today marks 4th anniversary of <a href="https://twitter.com/hashtag/Assange?src=hash">#Assange</a>’s political asylum at the Ecuadorian Embassy. More: <a href="https://t.co/ff800rRCcy">https://t.co/ff800rRCcy</a> <a href="https://t.co/PdFyJKJtW0">pic.twitter.com/PdFyJKJtW0</a></p>— WikiLeaks (@wikileaks) <a href="https://twitter.com/wikileaks/status/744469901629235200">June 19, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O “ciber guerreiro”, de 44 anos, reuniu o apoio de nomes como Brian Eno, PJ Harvey ou Noam Chomsky e manifestações um pouco por todo o território.</p> <p>Assange criou as <a href="http://expresso.sapo.pt/dossies/dossiest_actualidade/dossie_wikileaks_portugal">WikiLeaks</a> em 2010, com 500 mil documentos classificados como secretos sobre o Iraque e o Afeganistão. </p> <p>Um <a href="http://www.dn.pt/mundo/interior/tribunal-sueco-mantem-mandado-de-captura-europeu-contra-assange-5192384.html">pedido de extradição para a Suécia</a>, sob a acusação de violação – que Assange nega – leva-o a manter-se sob asilo da Embaixada do Equador, uma vez que, a acontecer, pode desencadear a ação dos Estados Unidos pela fuga de informação da WikiLeaks.</p>