Última hora

Em leitura:

Exército israelita mata "por erro" adolescente palestiniano

mundo

Exército israelita mata "por erro" adolescente palestiniano

Publicidade

A aldeia de Beit Our Al-Tahta, perto de Ramallah, na Cisjordânia, está de luto depois de soldados israelitas terem matado a tiro um adolescente palestiniano e ferido vários outros, aparentemente “por erro”, depois de os terem confundido com um grupo responsável pelo lançamento de pedras e engenhos incendiários.

Rafat Badran, pai do adolescente morto, explica que as tropas israelitas “recusaram o acesso de ambulâncias palestinianas ao local” do incidente. Diz que “os feridos foram deixados a sangrar e Mahmoud morreu”. E acrescenta que quando tentou aproximar-se, os soldados “apontaram as armas e ameaçaram disparar”.

Os dirigentes palestinianos denunciaram, por seu lado, um “assassinato”, que classificaram como o mais recente exemplo do uso excessivo de força por parte do Exército israelita. O incidente teve lugar na estrada principal que liga Jerusalém a Telavive, atravessando pelo meio da Cisjordânia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte