Última hora

Em leitura:

Brexit: Defensores da permanência evidenciam as vantagens da União Europeia

mundo

Brexit: Defensores da permanência evidenciam as vantagens da União Europeia

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

David Cameron aproveitou o último dia da campanha para apelar para a continuidade do Reino Unido na União Europeia. O primeiro-ministro britânico evidenciou que o país é mais forte e está mais seguro pertencendo ao bloco europeu. Cameron sublinhou, ainda, que a decisão do referendo será definitiva.

“Esta votação… Se sairmos, é irreversível. Se se saltar de um avião não se pode escalar de novo para a cabina do avião. Esta é uma escolha, não apenas para este Parlamento, nos próximos cinco anos, nos próximos 10 anos… É a escolha de uma vida para as pessoas no nosso país, especialmente, para os jovens”, afirma o governante.

O líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, aproveitou as últimas horas antes do escrutínio reforçar, na mente dos britânicos, as vantagens do Reino Unido pertencer ao grupo dos 28. “Façam o que é melhor para o nosso povo. Votem pelos empregos, votem pelos direitos no trabalho, votem pelo nosso Sistema Nacional de Saúde, votem para continuarmos na União Europeia”, apelou.

Do norte vem o aviso: caso os britânicos votem para sair da União Europeia, a Escócia vai voltar a realizar um referendo que pode levar à saída do país do Reino Unido.

“Eu quero um resultado “Permanecer” em todas as partes do Reino Unido e em todo o Reino Unido. É isso que espero estarmos a festejar na sexta-feira. O nosso manifesto, embora para a eleição escocesa, no mês passado, disse que se a Escócia enfrentar a perspetiva de ser retirada da União Europeia contra a nossa vontade, tendo votado para permanecer então, é claro, o parlamento escocês deve ter o direito de propor um segundo referendo”, avisa a primeira-ministra da Escócia Nicola Sturgeon.

São várias a personalidades a defenderam a permanência do Reino Unido na União Europeia. Como é o caso de David Beckham.

As urnas abrem, esta quinta-feira, em todo o Reino Unido às 7 horas da manhã e encerram às 22 horas.

Espera-se que a totalidade dos votos esteja contabilizada ao início da manhã de sexta-feira, altura em que o mundo vai descobrir se o Reino Unido permanece ou sai da União Europeia.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte