Última hora

Em leitura:

Merkel não esconde que prefere o "Bremain"

mundo

Merkel não esconde que prefere o "Bremain"

Publicidade

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Conciliadora e mesmo complacente, perante as exigências de David Cameron, a chanceler alemão apoiou sempre a ideia de um acordo europeu exclusivo que evitasse a saída do Reino Unido da União Europeia.

Sem nunca se pronunciar diretamente sobre o resultado do referendo sobre o Brexit, Angela Merkel não escondeu a sua preferência em diversas ocasiões.

“Toda a gente tem expressado a sua perspetiva. Na minha perspetiva pessoal queremos uma Grã-Bretanha forte e próspera no seio da União Europeia. A decisão pertence aos cidadãos britânicos”, disse em abril e, em maio, reiterou: “Há sinais de que todos nós que aqui estamos, penso, desejam que a Grã-Bretanha permaneça na União Europeia, mas claro que a decisão será dos eleitores britânicos”.

Já no início de junho, avançou com os argumentos das negociações comerciais:
“Quanto às relações comerciais que são importantes para a Alemanha, para a Grã-Bretanha e para todos nós, um país sozinho não consegue alcançar tão bons resultados. É por isso que penso que será benéfico para todos nós e também para o povo britânico concentrar as nossas energias nas negociações enquanto membros da União Europeia. Isso será melhor para o povo britânico do que ficar de fora”.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte