This content is not available in your region

EUA: Congressistas democratas em protesto pelo controlo das armas

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira  com Reuters, AP
EUA: Congressistas democratas em protesto pelo controlo das armas

<p>Para exigir um voto na Câmara dos Representantes dos <span class="caps">EUA</span> sobre o controlo das armas de fogo, os congressistas democratas vão até às últimas consequências.</p> <p>Agora, estão a organizar um sit-in. Fecharam-se no interior do hemiciclo e permanecem sentados até que os republicanos aceitem votar a lei.</p> <p>As imagens do protesto estão a ser transmitidas em direto para todo o mundo através de aplicações como o Facebook Live e o Periscope, com os telemóveis dos próprios congressistas.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Watch our remarks live on <a href="https://twitter.com/periscopeco"><code>periscopeco</a>:<a href="https://twitter.com/hashtag/NoBillNoBreak?src=hash">#NoBillNoBreak</a><a href="https://t.co/9Xlut2A1mj">https://t.co/9Xlut2A1mj</a></p>&mdash; Rep. Scott Peters (</code>RepScottPeters) <a href="https://twitter.com/RepScottPeters/status/745778668362997762">June 23, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr"><span class="caps">LIVE</span> on <a href="https://twitter.com/hashtag/Periscope?src=hash">#Periscope</a>: We are back at it. We will be here all night until we see action on gun violence. <a href="https://twitter.com/hashtag/NoBillNoBreak?src=hash">#NoBillNoBreak</a> <a href="https://t.co/Ldj61oEeDQ">https://t.co/Ldj61oEeDQ</a></p>— Rep. Eric Swalwell (@RepSwalwell) <a href="https://twitter.com/RepSwalwell/status/745809736604450816">June 23, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Mike Doyle, da Pensilvânia, lançou um repto aos eleitores para que telefonem para os gabinetes dos congressistas republicanos e os obriguem a discutir a lei.</p> <p>O presidente da câmara dos Representantes, Paul Ryan, tentou reabrir a sessão para discutir outros assuntos, mas isso não chegou para que os democratas interrompessem o protesto.</p> <p>A exigência de uma nova lei sobre as armas de fofo foi reavivada pelo recente massacre de Orlando.</p>