Última hora

Em leitura:

EUA:Supremo confirma bloqueio às medidas migratórias de Obama

mundo

EUA:Supremo confirma bloqueio às medidas migratórias de Obama

Publicidade

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos manteve nesta quinta-feira o bloqueio imposto por um tribunal inferior às medidas de alívio migratório assinadas pelo presidente Barack Obama a favor de cerca de cinco milhões de imigrantes.

A discussão terminou empatada em quatro votos e mantém vigente a decisão que deixa num limbo jurídico milhões de pessoas.

O presidente Obama criticou o empate, afirmando ser “desolador e frustrante”: “A decisão de hoje é frustrante para aqueles que procuram ajudar a crescer nossa economia e a trazer uma racionalidade ao nosso sistema de imigração permitindo que as pessoas saiam da sombra e não tenham que sentir esse eterno estigma”.

O Supremo Tribunal está temporariamente com apenas oito magistrados desde o falecimento, em fevereiro, do juiz conservador Antonin Scalia.

Obama rapidamente nomeou o juiz Merrick Garland para preencher a vaga, mas o partido Republicano decidiu bloquear qualquer votação de confirmação no Senado antes da eleição presidencial de novembro.

Paralisado por um Congresso hostil a uma reforma migratória, Obama anunciou em dezembro de 2014 um ambicioso pacote de decretos de alívio para milhões de estrangeiros em situação ilegal no país.

Entre as medidas previa-se uma interrupção das deportações e a extensão dos benefícios de um programa especial de regularização da situação.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte