Última hora

Em leitura:

FARC assinam trégua definitiva em Havana

mundo

FARC assinam trégua definitiva em Havana

Publicidade

Havana, a capital de Cuba foi a cidade que acolheu a cerimónia de assinatura do acordo entre o governo de Bogotá e as Forças Revolucionárias da Colombia, após quatro anos de negociações.

Líderes e instituições de todo o mundo celebraram o momento histórico, pondo fim a meio século de conflito que provocou milhares de mortos.

Este documento representa um mapa com os passos e condições para tornar a trégua efetiva. As negociações tiveram início no final de 2012 em Havana, Cuba.

Da América à Europa, presidentes, ministros dos Negócios Estrangeiros, organismos de integração, entre outros, expressaram satisfação com este passo que coloca o país a um passo da paz.

A ONU confirmou enviou o seu secretário-geral, Ban Ki-moon, como líder da missão em Havana e que no futuro irá observar o difícil esquema de desarmamento dos guerrilheiros.

As manifestações de apoio e regozijo chegaram de instituições e governos de todo o mundo, em particular da América Latina. O acordo foi ainda celebrado por várias associações de vítimas do conflito armado.

Desde a criação das Farc, em meados da década de 1960, calcula-se que pelo menos 218 mil pessoas tenham sido mortas, sendo que 177 mil delas eram civis. 21 mil foram sequestradas e 27 mil pessoas permanecem ainda desaparecidas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte