Última hora

Em leitura:

Brexit: Expatriados receiam pelo futuro

mundo

Brexit: Expatriados receiam pelo futuro

Publicidade

A incerteza e o receio pairam agora sobre os britânicos expatriados. Muitos a viverem em Países da União Europeia não sabem o que vai acontecer em relação à segurança social e todos os benefícios que usufruem.

Em Espanha vive um das maiores comunidades de britânicos, cerca de 300 mil pessoas.

Benidorm conta com 2500 britânicos.

“Não sabemos o que vai acontecer agora, talvez não tenhamos reformas, cuidados médicos, se calhar vamos ter que vender as nossas propriedades. Vivemos aqui muitos anos, não sabemos como isto nos vai afetar”, diz o proprietário de um bar.

“Se deixarmos a União Europeia então é mau para nós, expatriados que vivemos aqui. Naturalmente, vamos perder a nossa assistência médica e autorização para trabalhar. Eu e o meu namorado, vivemos aqui há 3 anos, não vamos ter a oportunidade para contrair um empréstimo para comprar casa ou coisa parecida”, afirma uma britânica.

“Estamos no limbo, temos apenas que esperar e ver o que decidem, o que vai acontecer. Mas é uma preocupação, naturalmente. 33 anos aqui é demasiado tempo”, explica um homem.

Em Espanha, e também Portugal, muitos aproveitam o sol para esquecer as preocupações.

O reverso da medalha do ‘brexit’, é que os operadores turísticos locais, que contam com o turismo britânico, também poderão sofrer as consequências.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte