Última hora

Em leitura:

Líder do Partido Trabalhista britânico pode cair

mundo

Líder do Partido Trabalhista britânico pode cair

Publicidade

Aumenta a pressão sobre o líder do partido Trabalhista britânico.

A demissão do responsável pela pasta dos Negócios Estrangeiros do Labour, Hilary Benn, pode sair cara a Jeremy Corbyn. A decisão foi para muitos dirigentes a gota de água e pelo menos sete bateram, este domingo, com a porta. Um número que pode não ficar por aqui.

Acusado de não se ter empenhado verdadeiramente na campanha pela permanência do Reino Unido na União Europeia, Jeremy Corbyn recusa abandonar a liderança dos Trabalhistas, mas os analistas acreditam que Corbyn tem os dias contados.

Muitos elementos do partido dizem ter perdido a confiança nas “capacidades de Corbyn conduzir os Trabalhistas à vitória nas próximas eleições gerais.” É o caso da ministra da Saúde dos Trabalhistas, Heidi Alexander, uma das primeiras a apresentar a demissão e a defender a necessidade de uma nova liderança

O líder dos trabalhistas enfrenta uma moção de censura que deve ser votada no início desta semana.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte