Última hora

Alemanha: Queixa contra Erdogan por "crimes de guerra" na Turquia

Os queixosos evocam, nomeadamente, mortes ocorridas em Cizre, no sudeste da Turquia, onde perto de 180 curdos terão sido queimados vivos por soldados turcos.

Em leitura:

Alemanha: Queixa contra Erdogan por "crimes de guerra" na Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Políticos e juristas alemães, ativistas dos direitos humanos e algumas celebridades disseram, esta segunda-feira, que apresentaram queixa contra o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, por “crimes de guerra” em operações contra militantes curdos.

A queixa é apoiada por vários deputados do partido da esquerda radical Die Linke, como Ulla Jelpke, para quem Erdogan deve ser “pressionado” a responder. O deputado do mesmo partido Andrej Hunko é outro dos apoiantes da iniciativa ao lado de celebridades como o cantor Konstantin Wecker ou o ator Rolf Becker.

Os queixosos evocam, nomeadamente, mortes ocorridas em Cizre, no sudeste da Turquia, onde 178 curdos terão sido queimados vivos por soldados turcos.

A queixa é mais uma farpa nas cada vez mais difíceis relações entre a Alemanha e a Turquia desde que o Parlamento de Berlim aprovou, no início desde mês de junho, uma resolução que reconhece o “genocídio” arménio às mãos do Império Otomano durante a Primeira Guerra Mundial.