Última hora

Em leitura:

Líderes internacionais apelam ao reforço da luta antiterrorista após atentados de Istambul

mundo

Líderes internacionais apelam ao reforço da luta antiterrorista após atentados de Istambul

Publicidade

O triplo atentado no aeroporto de Istambul foi condenado em uníssono pela comunidade internacional.

Reunidos em Bruxelas para a primeira cimeira pós-‘Brexit’, os líderes europeus sublinharam a necessidade de reforçar a cooperação antiterrorista.

“Quero dizer a todo o povo turco que estamos todos unidos, com eles, para lutar contra o terrorismo”, declarou a Chanceler alemã Angela Merkel.

O presidente francês, François Hollande, afirmou, por seu lado:

“Precisamos de agir, é isso que estamos a fazer na Europa e em França e precisamos de coordenar os nossos serviços e levar a cabo todas as ações possíveis para lutar contra o terrorismo e o tráfico de pessoas”.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, declarou:

“Quero comunicar as minhas mais profundas condolências às famílias e amigos das vítimas do atentado no aeroporto de Istambul. É em momentos como este que devemos estar unidos”.

Os atentados ocorrem num momento em que a Turquia prossegue as operações contra o grupo Estado Islâmico, na Síria, ao lado da coligação militar internacional.

Acusada de fechar os olhos aos jihadistas que cruzam as suas fronteiras, Ancara tinha ontem autorizado os aviões da NATO a aumentarem as missões de patrulhamento na região.

Vários líderes internacionais condenaram o ataque através das redes sociais:

A reação da Casa Branca e da responsável da diplomacia europeia:

O Secretário-Geral da ONU e o Secretário-Geral da NATO:

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, França, Grécia e Holanda:

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte