Última hora

Em leitura:

13 pessoas detidas em Istambul depois do atentado no aeroporto Atatürk

mundo

13 pessoas detidas em Istambul depois do atentado no aeroporto Atatürk

Publicidade

A polícia turca fez buscas a células suspeitas do Daesh em vários locais de Istambul e na cidade costeira de Izmir esta quinta feira.

13 pessoas foram detidas em Istambul destas, 3 são estrangeiras, em relação directa com o atentado, declarou fonte oficial turca.

Forças especiais de contra terrorismo turcas detiveram também, em Izmir, a mais de 400 km de Istambul, 9 suspeitos de contacto com membros do Daesh na Síria, acusados de financiar, recrutar e providenciar logística ao grupo radical sunita.

É a reação da Turquia, dois dias depois do triplo ataque suicida que matou 42 pessoas e feriu mais de 230 no aeroporto Atartuk de Istambul, o terceiro mais movimentado da Europa.

A Turquia integra uma coligação militar liderada pelos Estados Unidos contra o auto proclamado Estado Islâmico, que se estabeleceu em franjas territoriais iraquianas e sírias e declarou guerra a todos os que não aceitem o radicalismo do Islão sunita, sejam muçulmanos ou não.

A organização já reivindicou ataques bombistas e com armas anteriormente, como os de “Paris“http://pt.euronews.com/2015/11/14/paris-as-horas-do-pesadelo/ e de Bruxelas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte