Última hora

Putin acusa NATO e estende mão à Turquia

Os comentários foram feitos no encontro com diplomatas.

Em leitura:

Putin acusa NATO e estende mão à Turquia

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin culpa a NATO de estar a provocar uma nova corrida ao armamento. O presidente russo diz que a Aliança Atlântica entrou numa estratégia anti-Rússia e que isso tem vindo a ser provado ao longo dos últimos anos. As palavras foram ditas no encontro com os diplomatas russos no exterior, que acontece de dois em dois anos.

allviews Created with Sketch. Point of view

"Não vamos ceder a este frenesim militarista."

Vladimir Putin Presidente da Rússia

“Não vamos ceder a este frenesim militarista. Parece que querem provocar uma corrida ao armamento custosa e fútil, para desviarem a nossa energia e os nossos recursos das tarefas importantes do desenvolvimento socioeconómico”, disse o presidente russo.

A Rússia está agora apostada na normalização das relações com a Turquia. Já afetadas pelas divergências sobre o conflito na Síria, foram ao fundo com o abate de um avião russo por parte dos turcos, no ano passado.

Putin diz que a Turquia já pediu desculpas: “Sabemos que Ancara já pediu desculpas pelo abate do caça-bombardeiro russo. Tendo isso em consideração, vamos tomar medidas para restaurar a cooperação bilateral”.

Quanto ao “Brexit”, Putin insistiu que é um assunto interno do Reino Unido e que não pretende interferir, mas disse que Londres vai ter de provar que sabe por em prática os princípios da democracia – democracia essa que o ocidente diz não ser a especialidade de Putin.