Última hora

Em leitura:

Euro 2016: País de Gales derrota Bélgica e marca encontro com Portugal

the corner

Euro 2016: País de Gales derrota Bélgica e marca encontro com Portugal

Publicidade
  • País de Gales 3-1 Bélgica
  • Nainggolan marcou golaço a abrir para os belgas
  • Williams, Robson-Kanu e Vokes deram a volta ao marcador
  • País de Gales defronta Portugal na quarta-feira


A vitória do coletivo

A estreia do País de Gales no Campeonato da Europa tem sido um verdadeiro conto de fadas e a equipa continua a sonhar com um final feliz. Esta sexta-feira, em Lille, a equipa de Chris Coleman garantiu um lugar nas meias-finais depois de uma vitória categórica frente à Bélgica por 3-1.

Radja Nainggolan até abriu o ativo para os belgas mas a equipa galesa nunca se deu por vencida e deu a volta ao marcador com golos de Ashley Williams, Hal Robson-Kanu e Sam Vokes.

O encontro ficou marcado por um confronto claro de estilos. O País de Gales, com menos talento individual, apostou acima de tudo no trabalho coletivo. O resultado foi um conjunto incansável onde sobressaem os talentos individuais de Gareth Bale e Aaron Ramsey.

O médio do Arsenal contribuiu com duas assistências mas viu um cartão amarelo que o deixa fora do encontro frente a Portugal, tal como Ben Davies. Duas baixas de peso para os galeses.

Nos belgas, todo o talento do mundo não foi suficiente. A falta de organização coletiva acabou por limitar as individualidades. Eden Hazard, Kevin de Bruyne, Axel Witsel e tantos outros não têm nada a provar no mundo do futebol mas a verdade é que passaram perfeitamente ao lado do encontro. Isolados foram presa fácil para a defesa galesa, coletivamente não existiram.

O País de Gales está longe de ser uma potência no desporto rei mas mereceu inteiramente a vitória frente à Bélgica. Discute agora um lugar na final de Paris com Portugal, quarta-feira em Lyon.

Três lições a reter

  • Gareth Bale pode ser a estrela, mas o cérebro do País de Gales chama-se Aaron Ramsey
  • Os centrais galeses são uma ameaça constante nas bolas paradas
  • Onda de lesões na defesa belga revelou-se decisiva


Estrela do dia

Aaron Ramsey foi o patrão do meio campo galês e contribuiu ainda com assistências para os golos de Williams e Robson-Kanu. Sem ele, dificilmente teríamos o País de Gales nas meias-finais.


O dia em fotos

EURO 2016 day 20: Quarter-final Wales v Belgium

Reações na internet após o jogo

      Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

      Artigo seguinte