Última hora

Em leitura:

Ataque no Bangladesh: Tiros, explosões e cinco cadáveres encontrados no restaurante

mundo

Ataque no Bangladesh: Tiros, explosões e cinco cadáveres encontrados no restaurante

Publicidade

Pelo menos cinco cadáveres foram encontrados e 13 reféns terão sido resgatados com vida na operação furtiva lançada por comandos do exército do Bangladeh ao restaurante atacado sexta-feira à noite por um grupo de homens armados. A identificação destes últimos mortos não foi revelada, mas há relatos de que podem ser membros do grupo agressor. Juntando aos 2 polícias já confirmados, o balanço situa-se para já nos sete mortos e dezenas de feridos.

O ataque terá sido reivindicado pelo grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico, o “Daesh”, e terá ocorrido por volta das 20 horas locais (15 horas em Lisboa). De acordo com testemunhos, um grupo de oito a dez homens armados entrou aos tiros no restaurante Holey Artisan Bakery, em Gulshan, Daca, a capital do Bengladesh, uma zona diplomática e muito frequentada por estrangeiros.

A imprensa local adianta que pelo menos três dezenas de estrangeiros estariam àquela hora no restaurante. As autoridades admitiam haver pelo menos 20 reféns no interior do estabelecimento.

Pelas 07 horas da manhã (02 horas da manhã em Lisboa) as autoridades lançaram uma operação furtiva. Testemunhas contam que terem ouvido tiros e pelo menos duas explosões. Cinco pessoas foram resgatadas com vida logo aos primeiros minutos da operação, depois mais outra. Os últimos números na imprensa local apontam para 13 reféns resgatados.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte