Última hora

Em leitura:

Assad garante haver países a negociar com a Síria às escondidas dos EUA

mundo

Assad garante haver países a negociar com a Síria às escondidas dos EUA

Publicidade

O Presidente da Síria, Bashar al-Assadd, garante que há países a criticar o seu regime, mas que às escondidas dos Estados Unidos têm vindo a estabelecer negócios com Damasco. A revelação faz parte de uma entrevista exclusiva de Assad à estação de televisão australiana SBS, registada na última semana e difundida sexta-feira à noite pelo canal.

“De facto, esta é dupla forma de estar em geral do Ocidente. Por um lado, atacam-nos em termos políticos e, por outro, vem negociar connosco debaixo da mesa, em especial a segurança. Incluindo o governo australiano, todos fazem o mesmo. Não querem criar atritos com os Estados Unidos. De facto, os responsáveis ocidentais apenas repetem o que os Estados Unidos querem que eles digam. Isto é a realidade”, afirmou Assad.

Ao mesmo tempo que a entrevista era emitida, nas regiões sírias de Latakia e Aleppo prosseguiram os combates entre forças fiéis ao regime de Assad e os grupos rebeldes da oposição.

De Latakia, chegam-nos, por exemplo, relatos da retomada pelos rebeldes do controlo da cidade costeira de Kansaba perdida em fevereiro para as forças fiéis ao regime.

Há também a notícia de um avião das forças armadas fiéis a Assad se ter despenhado a nordeste de Damasco, com o piloto a ejetar-se. O regime alega que foi um acidente devido a problemas técnicos. Os rebeldes garantem o abate do aparelho e acusam a Frente al-Nusra, grupo com com ligações à Al- Qaida, de ter assassinado o piloto.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte