Última hora

Em leitura:

Israel aprova construção de colonatos na Cisjordânia

mundo

Israel aprova construção de colonatos na Cisjordânia

Publicidade

Israel aprovou a construção de novos colonatos na região da Cisjordânia, em resposta à escalada de violência por parte dos palestinianos nos últimos dias. Esta decisão surge mesmo depois do Quarteto para o Médio Oriente, formado por Estados Unidos, União Europeia, ONU e Rússia, ter recomendado que não fosse construídos mais colonatos na região para facilitar o processo de paz.

Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro israelita, garantiu que “estamos numa luta permanente contra o terror. Tem havido altos e baixos nesta luta. Estamos a usar vários meios, alguns que nunca foram usados no passado. Entre eles está o encerramento da área de Hebron, onde vivem 700.000 pessoas e vão ser revogadas as autorizações de trabalho dos residentes da aldeia de Bani Naim, de onde sairam seis atacantes”.

Neste sábado, o exército israelita passou então a controlar todas as entradas e saídas da cidade. Foram também instaladas barreiras para bloquear as rotas de acesso à região. Apenas a estada que dá acesso a Jerusalém se mantém aberta, ainda que sob fortes medidas de segurança.

Esta é já considerada a maior operação militar israelita na Cisjordânia nos últimos dois anos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte